Fim da Greve: Governo Wagner concede aumentos a PM, paga GAP 4 e 5 e greve acaba

por 23:48 0 comentários
Além da revogação dos processos administrativos de PMs que participaram da greve até anteontem, o governo aceitou o pagamento da GAP IV (Gratificação de Atividade de Policial) e o pagamento da GAP V para março de 2013, o que pôs fim à greve dos policiais e bombeiros que já durava 12 dias. Com o acordo firmado, os policiais encerram a campanha salarial referente ao ano de 2012. Os policiais também terão reajuste de 6,5% retroativos a janeiro deste ano. Segundo os órgãos do governo estadual, nos últimos anos, a categoria teve ganho real – isto é, descontada a inflação – da ordem de mais de 30%. Em contrapartida, os militares abriram mão da revogação do decreto de prisão dos policiais e bombeiros envolvidos nas ações grevistas. De acordo com a categoria, a via judicial será o caminho direto para tentar negociar a liberação dos PMs presos. Além disso, os policias militares garantiram que farão o policiamento ostensivo durante os dias de Carnaval. (informações do Correio)


Governo informa que não aceitou revogação de prisão de grevistas

O governo do Estado informou agora há pouco, por intermédio de sua assessoria, que não aceitou a revogação da prisão de policiais grevistas da PM como parte da negociação que pôs fim hoje à noite à paralisação, que já durava 12 dias.

PMs votam por fim da greve em assembleia geral

Em reunião realizada hoje, e finalizada agora à noite, na sede do Sindicato dos Bancários, nos Aflitos, os PMs baianos decidiram pelo fim da greve, que já durava 12 dias.

O secretário estadual de Comunicação, Robinson Almeida, informou agora há pouco ao Política Livre, por telefone, que quem faltou ao trabalho ontem e hoje sem justificativa terá que responder internamente a processo administrativo na PM. Segundo ele, com a reunião de hoje, que terminou no início da noite, foi debelado o último foco de resistência ao retorno dos grevistas ao trabalho. Ele garantiu que a partir de agora a tropa estará 100% na rua, dando proteção à sociedade. Os grevistas aceitaram a proposta do governo de conceder reajuste de 6,5%, retroativo a janeiro, e a GAP 4, a partir de novembro, e a GAP 5, a partir dos anos de 2014 e 2015.

Ricardo Matense

Vereador de Verdade

Ricardo Matense é Vereador no município de Mata de São João, Bahia. Na Câmara Municipal é presidente da Comissão dos Direitos da Criança, do Adolescente e do Jovem e é o relator da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por comentar meu blog.
Cadastre seu e-mail e receba atualizações gratuitamente.

Um abraço,

Ricardo Matense