< #05 > A Conferência da Juventude, as políticas e o monitoramento

por 23:19 0 comentários

Entre as maiores necessidades brasileiras, destaco a participação social para a defesa e efetivação de direitos. Nosso povo participa da vida do país. A forma como comemoramos a notícia da Copa 2014 e das Olimpíadas 2016 em nosso território, e as mobilizações ocorridas nas mais diversas cidades durante as enchentes em Santa Catarina e no Rio de Janeiro, por exemplo, demonstram nossa participação seja com a alegria, seja com solidariedade. Do ponto de vista eleitoral, somos uma grande democracia e temos o melhor sistema eletrônico de contagem de votos do mundo. Nosso povo vai ás urnas e fazemos uma grande festa, respeitando os resultados e a vontade da maioria.

É no aspecto político que enfrentamos grandes problemas. Muitos brasileiros confundem política com eleição e sua participação política é restrita aos momentos eleitorais. Costumo dizer que vivemos um dia de democracia e quatro anos de ditadura! Os governantes eleitos decidem, na maioria dos casos, sem nenhuma obrigatoriedade de consulta aos eleitores. Estes não encontram mecanismos de controle mais efetivo sobre seus governantes.

As coisas estão mudando a largos passos nos últimos anos e a participação da sociedade tem sido cada vez maior e mais legítima. As políticas públicas, antes decididas em gabinetes e distantes da real necessidade do povo, vão sendo definidas em conferencias e conselhos, com elevada participação da sociedade civil.

A Conferencia Municipal da Juventude terá essa legitimidade e pela primeira vez coloca nas mãos dos jovens de Mata de São João a tarefa de orientar a ação do poder público municipal nas políticas e serviços de interesse da própria juventude.

Estamos trilhando um bom caminho. O Instituto Carvalhos de Justiça articula em parceria com a Visão Mundial o desenvolvimento do projeto MjPOP, que é o monitoramento jovem das políticas públicas, capacitando nossa juventude para a identificação de carências, sugestão de serviços e de políticas públicas, monitoramento e prestação de contas, num processo de diálogo comunitário que coloca a juventude como protagonista do desenvolvimento local.

Deixo aqui meu convite: dia 16/09, às 08 h., na Casa da Cultura, a Conferência da Juventude de Mata de São João. Vamos juntos, vamos nessa!

Ricardo Matense

Vereador de Verdade

Ricardo Matense é Vereador no município de Mata de São João, Bahia. Na Câmara Municipal é presidente da Comissão dos Direitos da Criança, do Adolescente e do Jovem e é o relator da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por comentar meu blog.
Cadastre seu e-mail e receba atualizações gratuitamente.

Um abraço,

Ricardo Matense