{Evangélico} A Igreja tem que ser relevante - Entrevista com o Pr. Ariovaldo Ramos

por 23:28 0 comentários
Confira a entrevista concedida de Ariovaldo Ramos ao Portal O Galileo. Para ele a igreja cristã deve ser relevante para a sociedade, o evangelho precisa ser demonstrado com ações praticas, visando à transformação da sociedade, independente de quem esta sendo ajudado ou cuidado. 




OGalileo: Fale-nos um pouco sobre graça divina, a motriz de seu ministério 


Ariovaldo Ramos: Minha ênfase é que Deus é gracioso e que todo o universo é sustentado pelo perdão de Deus e que Deus ama o ser humano apesar de, não por causa de. É a graça de Deus que nos transforma não nós que nos transformamos para obter a graça divina. A graça de Deus derramada sobre nós faz com que pareçamos mais com Cristo, o que significa ser gente como a gente deve ser. Esta visão esclarece que não é por uma serie de comportamentos que obtemos o favor de Deus. Mudamos nosso comportamento após obter o favor de Deus. A graça nos salva e nos transforma. 





OgalileO: Explique-nos o porquê as igrejas dizem que precisamos merecer as bênçãos




Ariovaldo Ramos: Isto é um desvio teológico e histórico, pois a Bíblia nos ensina que só é possível a salvação pela e na graça, não existe salvação meritória. Nossas obras não nos fazem pessoas especiais e Deus não nos ama mais por isso. 



OgalileO: Se há um desvio quer dizer que precisamos de uma reforma? 


Ariovaldo Ramos: Se não outra reforma pelo menos precisamos recuperar a reforma de Lutero, pois o tempo fez com que muito se perdesse. A igreja agiu de forma policialesca no controle dos cristãos, ao invés de incentivarem a Fé na graça de Deus e na prática do amor. Deus não diz "vá e melhore-se, mas vem para Cristo que você será transformado. Tirarei o coração de pedra e colocarei um coração de carne". É Deus que nos transforma. 





OgalileO: Qual sua mensagem para aqueles que não vivenciaram a graça divina Bíblica e estão hoje "perdidos" na igreja, ou pior, fora dela?




Ariovaldo Ramos: Acreditem no perdão de Deus e no poder da Graça. Deus não nos chama porque somos bons e também não nos abandona porque não somos, o tempo todo ele sabia quem éramos e que ele era o único com poder e amor para nos transformar. 



Temos vários exemplos na Bíblia que retratam esta condição. Abraão cometeu muitos erros, mas terminou sua vida como um gigante. Jacó outro grande exemplo de transformação , no inicio era horrível, mas também terminou sua vida transformado para melhor. Este é um dos motivos porque a Bíblia diz que Deus é o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó. Deus chamou Abraão, Abençoou Isaque e transformou Jacó. Por isso volte para Cristo, para o Jesus da Bíblia. 

Como alegoria posso dizer que com certeza que Ele veio construir um grande hospital, e hospital pressupõe pessoas doentes. Imagine uma cena: um hospital lindo, acolhedor, lindos móveis, um bufe de dar água na boca, e de repente notasse uma placa na parede com os seguintes dizeres: "Seja bem vindo, desde que não fale de sua enfermidade".

A igreja é este hospital, onde devemos expor nossas dores, conflitos, duvidas, obter ajuda. E esta ajuda é a graça de Deus, pois: "A graça de Deus cura, A graça de Deus transforma, A graça de Deus dá vitória". 

Devemos orar uns pelos outros, num ambiente de amor. Isto retrata o que João disse: "Deus é um Deus de amor, não um Deus de poder". Se Deus fosse só um Deus de poder seria muito complicado, pois o poder não pode ser contestado. Analise os estados com governo autoritário, não existe liberdade ou direitos. 

Lembre-se sempre que Deus é um Deus de amor. O amor não sofre prejuízo quando contestado, desobedecido ou rejeitado. O amor ama incondicionalmente. Se perdermos este amor de vista estaremos perdidos para sempre. 



OgalileO: Em que ambiente Deus pode agir? 



Ariovaldo Ramos: Num ambiente de aconchego, onde uns se importam com os outros, é nestes relacionamentos que Deus atua e onde somos transformados. Claro que só vale para quem quer. Não há poder em nós para sermos o que devemos ser. Só Deus pode nos transformar, afinal nos primeiros 7 ou 8 anos de nossas vidas não escolhemos nada, somos fruto de escolhas de terceiros e esta personalidade formada nos primeiros anos nos acompanhara para o resto de nossas vidas. 

Isto sem falar que já nascemos numa raça falida. Nada em nós pode ser melhorado por nós mesmos. Este era o recado de Jesus: o segundo nascimento é nossa segunda chance , nosso plano B, porem com os princípios certos. 


OgalileO: Igreja tem muitos códigos, ela é legalista? 



Ariovaldo Ramos: Na verdade ela se tornou moralista. A Fé cristã não é moralista, ela tem moral. A diferença entre a lei de Moises e a lei de Cristo é que na lei de Moises, Deus com base no comportamento do homem diz: não faça, não peque, não mate, não minta, no antigo testamento temos a teologia do não; já na graça expressa no novo testamento temos o sim de Deus. 

Jesus é o sim de Deus: Ele é o caminho, é a verdade, é a vida, é o lugar do alimento, é o aconchego, é o amor. Ao perder Jesus como foco de nossa vida, perdemos o melhor Dele: o amor. A lei de Moises nos coloca de joelhos, a graça de Jesus nos coloca de pé. 



Ogalileo: Corremos o risco de abusar da graça, agir irresponsavelmente? 



Ariovaldo Ramos: Não, porque não há responsabilidade maior do que agir por amor, se o amor constrange, a lei revolta. Com certeza não faremos mal a alguém que nos ama tanto e de uma forma tão especial, jamais nos revoltaríamos com o amor. O detalhe esta em conhecer o amor que Deus tem por nós. 



OgalileO: Esta visão distorcida da ligação do homem para com deus tem piorado? 


Ariovaldo Ramos: Difícil dizer... até 1980 o crescimento do evangelho no Brasil era tímido, porém nos últimos 29 anos houve uma explosão sem precedentes e sem preparação nenhuma de seus lideres, por isso tantos desvios teológicos. Este crescimento esta baseado no sucesso profissional, pessoal e financeiro. 



Jesus não veio fazer de nós pessoas ricas, mas nos transformar em seres humanos verdadeiros, parecidos com ele. A pobreza na África e a riqueza do Japão têm a ver com o sistema capitalista adotado pelo mundo e não com Deus. Tem a ver com nossa falta de amor ao próximo. 


No Brasil uma serie de fatores conspiraram para a teologia meritória: momento econômico, político, histórico, entre outros. Muitos agiram e agem de forma irresponsável no tocante a Fé. Deus não prometeu curar , enriquecer a todos, prometeu salvar todos que Nele cressem. É um crime um pregador dizer que Deus não curou porque a pessoa não teve Fé. Não quero dizer que Deus não cura, claro que ele cura, eu mesmo já presenciei muitos milagres. Só que sempre estas curas aconteceram no momento imediatamente seguinte à oração da cura. 






OgalileO: Em que momento da historia cristã evangélica nós estamos? 









Ariovaldo Ramos: Estamos no inicio do retorno à boa teologia, fundada em princípios bíblicos sólidos. Esta mudança é lenta, pois nossas raízes favorecem a relação negocial da fé e não a relação graciosa da Fé em Cristo. 


OgalileO: Qual o grande segredo para um cristão passar pelos problemas da vida? 




Ariovaldo Ramos: Nosso grande segredo na nossa caminhada para a vida eterna, não é não sofrer, mas não sermos derrotados pelo sofrimento. Somos movidos pela esperança e pela graça de Deus em Cristo Jesus. 



Ogalileo: Além de pastor, sabemos que o sr. também é escritor, algum novo livro no forno?





Ariovaldo Ramos: Na verdade sou um escritor de livretos(risos), neste momento tres livros estão sendo reeditados: "A igreja e a cidade", pela Hagnos, "O Reino de Deus", pela Ultimato e "Igreja, e eu com isso?", pela Reflexão. Como obra nova estou escrevendo outro, "Sobre Gente Feliz" que deve sair pela Thomas Nelson. 



Ogalileo: O que o Sr. faz nas horas em que não esta pregando ou palestrando? 




Ariovaldo Ramos: Gosto de ficar o máximo de tempo com minhas filhas, conversando, passeando. Saio com amigos pra conversar, revê-los, sempre que posso vou a shows de jazz, ouço muito jazz, muita musica, leio muito e todo tipo de literatura. Devemos ter acesso a todo tipo de informação. Estou na igreja para ministrar a palavra e cuidar das pessoas, as questões administrativas deixo por conta dos que receberam este talento da parte de Deus. Na obra de Deus cada um deve usar o talento recebido a serviço do Senhor com responsabilidade e dedicação. Devemos saber que prestaremos conta a Deus em primeiro lugar e por isso o amor deve ser nossa a única fonte de inspiração.


----------







Ariovaldo Ramos, pastor a 33 anos, atualmente ministra na IBAB e na Comunidade Cristâ Reformada. Faz parte da ONG Visão Mundial, entidade que atua em mais de 114 países, a maior ONG em atuação no Brasil, atendendo diretamente 1,4 milhão de crianças e indiretamente 4 milhões de pessoas. 


Seu trabalho atinge o Vale do Jequitinhonha, região semi árida no nordeste brasileiro. Este trabalho leva de 10 a 12 anos para dar resultados, mas nada faz o Pr. Ariovaldo desistir, nem os outros milhares de voluntários. 

A temática da Visão Mundial é ajudar ao próximo no todo, ou seja, a transformação ocorre em todas as áreas da vida dos que são atendidos pelo projeto. Na ONG, atualmente cuida da área de defesa dos direitos humanos, e já esteve envolvido no projeto Fome Zero do governo federal.

Ricardo Matense

Vereador de Verdade

Ricardo Matense é Vereador no município de Mata de São João, Bahia. Na Câmara Municipal é presidente da Comissão dos Direitos da Criança, do Adolescente e do Jovem e é o relator da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por comentar meu blog.
Cadastre seu e-mail e receba atualizações gratuitamente.

Um abraço,

Ricardo Matense