Apesar de boatos, Pinheiro se inscreve em lista de candidatos do PT a deputado federal

por 19:21 0 comentários

Apesar de ter deixado correr solto ontem o boato de que não pretende concorrer de novo a um mandato na Câmara dos Deputados, o secretário estadual de Planejamento, Walter Pinheiro, se inscreveu na lista de candidatos a deputado federal do PT.

Para oficializar seu nome na disputa, teve que desembolsar R$ 4 mil, valor estipulado pelo partido para todos os candidatos à Câmara dos Deputados. A informação foi obtida ontem à noite pelo Política Livre e confirmada agora à tarde por um membro do diretório estadual do PT.

Segundo o petista, a polêmica criada em torno da possibilidade de Pinheiro não disputar a reeleição de deputado federal faz parte do “estilo” do parlamentar, que assumiu o mandato de secretário de Wagner desde o ano passado, com a saída do economista Ronald Lobato.

“Pinheiro gosta deste buxixo, acha que isto mexe com a política. Por isso, deixou que a informação de que não concorreria se espalhasse”, disse o mesmo quadro. Ele informou que desde a semana passada o secretário mandou um ofício ao presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), informando que retomaria o mandato.

Isto significa que ele irá se desincompatibilizar do cargo de secretário, como todos aqueles no governo que pretendem disputar as eleições de outubro, até o dia 30 de março, prazo final estabelecido pela legislação eleitoral para a medida.

Segundo outra fonte petista, parte do boato de que Pinheiro permaneceria no governo, abrindo mão de uma reeleição garantida, decorreria de uma conversa que ele teria tido com o governador Jaques Wagner na semana passada para discutir sua situação política.

No encontro, o secretário teria demonstrado a intenção de permanecer colaborando com a administração, inclusive desligando-se do projeto pessoal de reeleger-se, desde que obtivesse uma sinalização de que contaria com a preferência do governador para se tornar o candidato do PT à Prefeitura de Salvador em 2012.

Como a candidatura é cobiçada também por outro secretário estadual, Nelson Pelegrino (Justiça), que hoje controla o diretório do partido em Salvador e sonha com o Thomé de Souza há anos, Wagner teria evitado acenar com qualquer promessa neste sentido para Pinheiro.

“O governador tem dito alto e bom som que não se comprometerá com a candidatura a prefeito no PT. Quem quiser, que se viabilize”, completou o petista. Segundo ele, ainda que Pinheiro decida voltar ao governo, a decisão de se desincompatibilizar é sábia.

Assim, ele não fica impedido para qualquer missão política a partir de outubro, o que inclui, inclusive, a possibilidade de eventualmente integrar a chapa majoritária de Wagner, caso os acordos estabelecidos até agora pelo governador não sejam mantidos até lá.

Fonte: Política Livre

Ricardo Matense

Vereador de Verdade

Ricardo Matense é Vereador no município de Mata de São João, Bahia. Na Câmara Municipal é presidente da Comissão dos Direitos da Criança, do Adolescente e do Jovem e é o relator da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por comentar meu blog.
Cadastre seu e-mail e receba atualizações gratuitamente.

Um abraço,

Ricardo Matense